Tecnologia de Segurança beneficia pacientes de covid-19 em Porto Alegre

Hospital público Independência conta com firewall para manter dados seguros. Equipamentos foram doados pela Fortinet, em parceria com os distribuidores Arrow e Scansource

Por: Redação, ⌚ 03/07/2020 às 18h04 - Atualizado em 03/07/2020 às 18h04

O hospital público Independência, localizado em Porto Alegre (RS), inaugurou no último dia 15 de junho um anexo exclusivo para tratar pessoas com covid-19. Construído com investimentos doados pela iniciativa privada, o anexo atende pacientes de forma totalmente gratuita e, depois da pandemia, ficará à disposição da Prefeitura de Porto Alegre (RS).

 

Com atendimento 24 horas e uma estrutura de 60 leitos e 100 profissionais, entre médicos, enfermeiras, técnicos de enfermagem e funcionários administrativos, a tecnologia foi uma das preocupações de seus idealizadores, assim como a segurança dos dados dos pacientes.

 

“Pensamos na importância desses pacientes, que não podem receber visitas, estarem em contato com suas famílias, portanto instalamos Wi-Fi e adquirimos tablets para viabilizar essa comunicação”, explica Wagner Machado Ribeiro, supervisor de Suporte e Infraestrutura da Rede de Saúde Divina Providência, entidade mantenedora do Hospital Independência.

 

“Outro uso da internet é a checagem beira-leito, ou seja, os carrinhos de medicamentos que contam com notebook para controle de remédios e dosagens. O médico faz a identificação eletrônica do paciente pela sua pulseira e encontra todos os dados necessários para realizar o tratamento, tudo via rede Wi-Fi.”, acrescenta.

 

Com o objetivo de colaborar com essa estrutura, a Fortinet, em conjunto com os distribuidores Arrow e Scansource, doou 12 FortiAPs para o hospital, ficando seis unidades para o prédio principal, especializado em Ortopedia e Traumatologia, e seis para o anexo. O firewall faz a interligação entre todas as unidades da Rede de Saúde Divina Providência, que administra e mantém outros quatro hospitais.

 

“Eu fiz um teste com o FortiAP e gostei muito da qualidade. A solução gerencia o Wi-Fi e a segurança da rede, o que facilitou bastante o nosso trabalho”, conta Ribeiro. “Tudo passa pelo firewall e assim estamos tranquilos de que todos os dados estão seguros.”

 

Segundo Frederico Tostes, gerente Geral da Fortinet Brasil e VP de Cloud para a América Latina, o objetivo da empresa é o de colaborar com a diminuição do impacto da pandemia a qual o mundo está passando, assim como promover a segurança da informação de entidades e pessoas. “Como empresa de segurança cibernética, sabemos da importância de promover uma conectividade segura, especialmente na área da Saúde, que lida com dados tão valiosos. Para nós é uma satisfação ver esse projeto em execução”, diz.

 

 

/ VEJA TAMBÉM



/ COMENTÁRIOS