MP de Paris abre investigação após grande vazamento de dados médicos

Investigação iniciou depois que foi descoberto um arquivo com informações de cerca de meio milhão de pessoas circulando na internet

Por: Redação, ⌚ 25/02/2021 às 18h31 - Atualizado em 26/02/2021 às 09h24

Nesta quinta-feira (25), o Ministério Público de Paris anunciou que abriu uma investigação judicial após um grande vazamento de dados médicos de cerca de 500 mil pessoas na França. Dados como nomes, endereços, telefones, e-mails e inscrição na segurança social foram divulgados. A seção de combate aos crimes cibernéticos busca os responsáveis por esses vazamentos.

 

Nessa relação, também há informações mais privadas sobre a situação de saúde dos pacientes, como o grupo sanguíneo, gravidez, tratamentos farmacológicos e doenças pré-existentes.

 

O jornal “Libération” noticiou que os dados viriam de cerca de trinta laboratórios de biologia médica, situados principalmente no noroeste da França. Ainda segundo a publicação, eles correspondem a amostras tomadas entre 2015 e outubro de 2020 – período em que os laboratórios usaram um sistema de segurança falha.

 

*Fonte: Portal G1

 

/ VEJA TAMBÉM



/ COMENTÁRIOS