Ferramenta identifica riscos de vazamento de dados empresariais

Solução foi criada para auxiliar os empreendedores brasileiros a aumentarem sua cibersegurança

Por: Redação, ⌚ 30/11/2020 às 18h48 - Atualizado em 30/11/2020 às 18h48

A PSafe acaba de lançar a Calculadora de Riscos para Vazamentos de Dados Empresariais, uma ferramenta capaz de avaliar em segundos as áreas das empresas, que estão suscetíveis a vazamentos de dados. O teste classifica o risco de uma empresa sofrer um vazamento de dados, e dá dicas personalizadas para prevenção das possíveis vulnerabilidades verificadas nos dispositivos, redes e sistemas. A análise é gratuita e está disponível no site do dfndr enterprise.

 

Como surgiu a ideia

 

Marco DeMello, CEO e fundador da PSafe, foi o idealizador da ação. A inspiração, ele conta, veio da observação ativa do mercado brasileiro: “Desde o início da pandemia do Coronavírus, os vazamentos de dados empresariais têm crescido consistentemente. Isso se deve, especialmente, à transição de muitas empresas ao modelo de trabalho remoto/home office, feita às pressas e sem os devidos cuidados com cibersegurança. Os hackers sabem que os dados corporativos têm altíssimo valor no mercado, não à toa vêm sendo chamados pelos empresários como ‘o novo petróleo’, e por isso, os hackers estão sempre atentos a brechas de segurança”.

 

DeMello explica ainda por que os funcionários em em home office se tornaram o maior alvo dos cibercriminosos: “muitos colaboradores costumam utilizar dispositivos desprotegidos para acessar dados corporativos. Eles relatam que acessam e-mails de trabalho, trocam mensagens e arquivos diariamente, e sabemos que isso facilita e muito a ação dos cibercriminosos. Por exemplo, basta um aplicativo malicioso, baixado em um dispositivo desprotegido, para expor todas as informações acessadas por aquele dispositivo. Há também os riscos de ciberataques através de conexões Wi-Fi residenciais, amplamente usadas durante o home office e que têm nível de segurança menor que as redes corporativas. Todas essas brechas podem levar ao vazamento de dados empresariais”.

 

Como funciona o teste

 

A análise considera cinco pilares: os dispositivos utilizados nas empresas, os softwares e soluções de segurança, os hábitos de segurança e exposições prévias, as políticas de segurança adotadas, e a equipe. De acordo com as respostas fornecidas, a ferramenta calcula qual seria o grau de risco de um possível vazamento de dados da empresa. Os resultados são enviados de forma privada, por e-mail ao respondente, imediatamente após o teste, e as indicações de segurança são totalmente personalizadas, de acordo com cada resposta informada na avaliação.

 

O CEO da PSafe ressalta ainda a importância da avaliação da Calculadora de Risco para Vazamentos de Dados Empresariais, considerando a vigência da LGPD: “a Lei Geral de Proteção de Dados, traz regras sobre o tratamento pelas empresas de dados pessoais seja de clientes, colaboradores ou fornecedores, e prevê punições em caso de infração e/ou incidente de vazamento de dados. A punição acaba sendo dupla, pela exposição dos dados corporativos sigilosos, e pelas altíssimas multas previstas pela LGPD, que podem chegar até R$50 milhões por infração. Por isso, é muito importante conhecer e prevenir os riscos de vazamento de dados da sua empresa, antes que se tornem um problema mais grave”, pontua DeMello.

 

Como proteger sua empresa contra vazamentos de dados:

 

1) Realize agora mesmo uma avaliação para identificar os riscos da sua empresa sofrer um vazamento de dados. A avaliação da Calculadora de Riscos para Vazamentos de Dados Empresariais está disponível gratuitamente no site do dfndr enterprise, através do link: https://enterprise.psafe.com/calculadora-de-riscos-para-vazamentos-de-dados-empresariais

 

2) Tenha a proteção de uma solução de segurança contra vazamentos de dados corporativos, como dfndr enterprise, que é capaz de bloquear em tempo real ameaças digitais que podem causar vazamentos de dados;

 

3) Estabeleça uma política de segurança com boas práticas que instrua seus colaboradores sobre comportamentos de risco. Incentive-os a utilizar autenticação de dois fatores, a proteger a conexão através de uma VPN, e informe sobre os riscos do uso de dispositivos pessoais para fins profissionais;

 

4) Garanta que sua empresa siga as regras para o tratamento de dados pessoais de acordo com as normas da Lei Geral de Proteção de Dados. Ter uma solução de segurança, como dfndr enterprise, mitiga os riscos de um possível vazamento de dados, reduzindo substancialmente as multas e demais penalizações decorrentes de eventual infração à LGPD.

 

 

/ VEJA TAMBÉM



/ COMENTÁRIOS