ANPD realiza reunião de boas-vindas do CNPD

Durante as apresentações, um elemento comum esteve presente em todas as falas: a vontade de contribuir para a formação de uma cultura de proteção de dados pessoais e privacidade no Brasil

Por: Redação, ⌚ 21/09/2021 às 16h15 - Atualizado em 21/09/2021 às 16h15

A Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) realizou nesta segunda-feira a reunião de boas-vindas do Conselho Nacional de Proteção de Dados Pessoais e da Privacidade (CNPD). Na ocasião, os Conselheiros se apresentaram e os Diretores da ANPD falaram sobre os principais resultados da Autoridade neste quase um ano de funcionamento do órgão.

 

A reunião iniciou com apresentação e moderação da Secretária-Geral, Núbia Rocha. Em seguida, os Conselheiros e Conselheiras tiveram a oportunidade de se apresentar e falar brevemente sobre sua trajetória na área. As apresentações foram muito ricas e um elemento comum esteve presente em todas as falas: a vontade de contribuir para a formação de uma cultura de proteção de dados pessoais e privacidade no Brasil.

 

Em seguida às apresentações dos membros, o Diretor-Presidente, Waldemar Gonçalves Ortunho Junior, manifestou-se discorrendo a respeito do histórico e dos avanços institucionais do Órgão bem como sobre o papel e a estruturação da ANPD, elencando ainda outras informações relevantes a fim de nivelar os Conselheiros e Conselheiras sobre a Autoridade.

 

Posterior a fala do Presidente da ANPD, o Corregedor da Autoridade, Artur Coimbra, palestrou sobre o tema “Conflito de Interesse” e complementou sua fala indicando pontos relevantes sobre o funcionamento do Conselho. Sua exposição trouxe elementos e aspectos práticos de possíveis situações relativas ao tema, contando com a apresentação da legislação específica que trata sobre a matéria abordada pelo Corregedor.

 

A reunião foi encerrada com a manifestação de todos os Diretores e Diretoras da ANPD, oportunidade na qual os Conselheiros puderam sanar dúvidas e trazer contribuições aos passos futuros do CNPD. A expectativa da Autoridade é que com o efetivo início dos trabalhos do Conselho haja um maior engajamento, apoio e suporte para fortalecer ainda mais a atuação da Autoridade Nacional de Proteção de Dados, a fim de continuar construindo e fomentando uma cultura de privacidade e proteção de dados pessoais no País.

 

*Com informações da ANPD 



Newsletter

/ VEJA TAMBÉM



/ COMENTÁRIOS