Mapa de Fraude registra R$5,8 bilhões em tentativas de fraudes no Brasil em 2022

Estudo exclusivo que mapeia o cenário de golpes no e-commerce brasileiro aponta que houve 5,6 milhões de tentativas de fraude durante o an

Por: Redação, ⌚ 01/02/2023 às 13h53 - Atualizado em 01/02/2023 às 13h53

Durante 2022, o Brasil registrou 5,6 milhões de tentativas de fraudes no período de 1º de janeiro a 31 de dezembro, de acordo com o Mapa da Fraude da ClearSale, empresa especialista em soluções de prevenção e gerenciamento de risco. O estudo exclusivo analisou 312,2 milhões de pedidos realizados no e-commerce brasileiro, feitos via pagamento por cartão de crédito, que totalizou R$5,8 bilhões em ações fraudulentas. Em comparação com o ano passado, as tentativas de fraude apresentaram uma queda de 0,3%, mas os valores ainda foram 4,8% maiores do que em 2021.

 

A grande novidade para este ano, são os dois novos recortes:  Ticket Médio das Fraudes, que teve um aumento em comparação com o ano passado, registrando R$1.046, em 2022, contra R$981, em 2021. E o Marketplace, o segmento apresentou 972 mil tentativas de fraudes, e seu ticket médio da fraude é de aproximadamente 2,4 vezes o ticket médio dos pedidos positivos.

 

Para o Diretor Presidente da ClearSale, Eduardo Mônaco, os números apontam um crescimento controlado no número de tentativas de fraudes, em razão da desaceleração do comércio eletrônico. “Como era esperado, o ano de 2022 foi marcado por um crescimento moderado do e-commerce brasileiro e pelas incertezas financeiras do consumidor para 2023. Tais fatores contribuíram para a queda diante dos anos anteriores, porém, o período ainda apresentou altos números de golpes, e os consumidores e varejistas precisam ficar atentos”, explica.

 

Ainda de acordo com o executivo, “O número de fraudadores no e-commerce é equivalente a quantidade de consumidores que migram para o varejo digital todos os dias, tendo em vista que os golpistas procuram vigiar os comportamentos destas pessoas para enganá-las. Algumas das principais ferramentas utilizadas são a fragilidade emocional dos consumidores, que acabam sendo atraídos pelas falsas narrativas criadas e a exclusão digital, fortemente presente no Brasil. É imprescindível que as instituições possuam medidas firmes para combater este crime”, reforça.

 

Entre as categorias que mais sofreram tentativas, estão celulares (8,2%), com ticket médio de R$2.650, eletrônicos (8,0%), representando R$2.442 e informática (4,3%), com R$2.589. Estas também foram as líderes em 2021, com apenas uma mudança: o terceiro lugar foi ocupado pela categoria automotivos, que este ano segue para o quarto lugar (3,4%). Segundo Mônaco, estas categorias apresentam maior liquidez, facilidade de transporte e alta procura em mercados paralelos, por isso ocupam a liderança quase todos os anos.

 

Regiões

Assim como no ano anterior, a região Norte segue na dianteira, com o maior índice de tentativas de fraude sobre a quantidade total de transações, sendo 3,4%. Ela também é a primeira no ranking do ticket médio da tentativa de fraude com o valor de R$1.420,00. Seguida pelo Nordeste (2,8%); Centro Oeste (2,5%), Sudeste (2,1%) e Sul (1,1%).

 

Gênero

O Mapa da Fraude mostra que o público masculino é o que mais sofre com tentativas de fraudes, sendo 3,1%, enquanto o público feminino representa 1,5% do número de fraudes. Em relação à faixa etária, pessoas de até 25 anos foram as que mais sofreram tentativas, totalizando 4%, seguido pelo grupo de pessoas acima de 51 anos (2,1%).

 

Dia, Mês e Hora da Fraude

A maior concentração de tentativas de fraude é de terça a quinta-feira, onde o ticket médio da fraude gira em torno de R$1.230. Já em meses, o período de fevereiro a maio apresenta os maiores números de tentativas. Ademais, os fraudadores costumam agir de madrugada, tendo em vista que as maiores taxas de tentativas se concentram das 01:00 às 04:00.

 

Datas Comemorativas

As datas comemorativas que mais apresentaram tentativas de fraudes foram o Dia das Mães (2,5%), Dia do Consumidor (2,2%) e Dia dos Namorados (2,1%). Já a Black Friday apresentou (1%). Para Mônaco, esta data não é tão atrativa, pois possui foco em grandes promoções, o que não faz diferença para os fraudadores. Em contrapartida, neste período os golpistas procuram produtos com preços maiores, em 2022, o ticket médio dos pedidos fraudulentos foi de R$1.463, número 21,3% maior do que na Black Friday de 2021.

 

Tipos de fraude mais comuns

Fraude Efetiva | Fraude Limpa

O fraudador efetua a compra na loja virtual e na hora do pagamento utiliza dados roubados de cartões de crédito de bons consumidores. Por serem dados verdadeiros, muitas equipes de combate a fraudes sentem dificuldade em barrar este tipo de golpe.

 

Fraude Amigável

Essa modalidade ocorre quando alguém próximo ao titular do cartão, geralmente parentes ou amigos, faz uma compra sem o consentimento dele. Ao receber sua fatura, o dono do cartão não reconhece a compra e entra em contato com a instituição financeira para pedir o estorno.

 

Autofraude

Diferente dos demais tipos de fraudes, esta é uma ação realizada pelo próprio titular do cartão. Neste caso, ele realiza a compra online e, contesta o lançamento dentro do prazo da instituição financeira (180 dias), alegando que não fez a compra, mesmo já tendo recebido o produto.

 

Dicas para evitar fraudes

Use senhas fortes

Não utilize senhas óbvias e que sejam de fácil conexão com você ou a pessoas próximas, como iniciais e data de nascimento. Opte por códigos fortes com a mistura de letras maiúsculas, minúsculas, símbolos e números. E lembre-se: para garantir ainda mais segurança, jamais utilize a mesma para mais de uma conta.

 

Tenha cuidado com links estranhos

Algumas quadrilhas especializadas criam sites falsos, idênticos aos verdadeiros, para roubar dados. Posteriormente, com essas informações, os criminosos conseguem efetivar suas fraudes. Portanto, atente-se aos pedidos de recadastramento, trocas de senha não programadas ou links suspeitos.

 

Desconfie de promoções absurdas

O Phishing é um tipo de ação fraudulenta comum no ambiente online. Geralmente, o criminoso envia aos usuários e-mails com ofertas imperdíveis ou exclusivas, no entanto, são mensagens contendo links para a captura de senhas. Verifique a página oficial da loja e pesquise a reputação da empresa em questão

 

/ VEJA TAMBÉM



/ COMENTÁRIOS