Tribunal de Justiça do DF detecta atividade maliciosa em datacenter

Ação aconteceu na madrugada deste domingo (31). Em nota, órgão ressaltou que equipes de cibersegurança realizaram contenções de forma a preservar os sistemas judiciais e administrativos, além de todas as bases de dados

Por: Bruno Silva, ⌚ 01/08/2022 às 18h17 - Atualizado em 03/08/2022 às 15h48

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) comunicou que identificou um acesso malicioso em seu datacenter na madrugada deste domingo (31). Segundo informações do próprio órgão, as equipes responsáveis pela cibersegurança realizaram contenções de forma a preservar os sistemas judiciais e administrativos, e todas as suas bases de dados. “Contudo, por cautela, o site e demais sistemas foram desligados para que se realizem as atividades de remediação e investigação”, diz comunicado publicado no site.

 

Vale ressaltar que essa não é a primeira vez que um órgão público é vítima de ações maliciosas. Em julho, a Prefeitura Municipal de Itapemirim, no estado do Espírito Santo comunicou que foi vítima de um ataque cibernético em seu sistema de processo digital. Os cibercriminosos responsáveis pela ação deixaram uma mensagem exigindo o pedido de resgate em bitcoins de aproximadamente 250 milhões de reais para liberarem o serviço afetado.

 

Ainda no Espírito Santo, a Prefeitura Municipal de Alegre foi vítima de um ataque do tipo ransomware em seus servidores. Estudos preliminares realizados na época indicaram que grande parte dos dados foram afetados, impedindo o acesso por parte dos setores que fazem uso desses sistemas. Porém, o órgão afirmou que não há vazamento de dados até o momento.

 

Além disso, em 2021, Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul teve seus sistemas de informática impactados por conta de um incidente cibernético. Na ocasião, a equipe de segurança chegou a orientar os usuários internos a não acessarem os computadores de forma remota, nem se logarem nos computadores dentro da rede do TJ. Posteriormente, o órgão anunciou o restabelecimento dos serviços e descartou qualquer vazamento de dados de seus usuários.

 

A Security Report disponibiliza o comunicado na íntegra:

 

“O TJDFT informa que foi detectada atividade maliciosa no acesso ao datacenter na madrugada de domingo. As equipes de cibersegurança do Tribunal realizaram contenções de forma a preservar os sistemas judiciais e administrativos, e todas as suas bases de dados. Contudo, por cautela, o site e demais sistemas foram desligados para que se realizem as atividades de remediação e investigação.” 

/ VEJA TAMBÉM



/ COMENTÁRIOS