Sistemas do Tribunal de Justiça do DF seguem indisponíveis

Órgão afirmou que uma análise técnica minuciosa em toda rede do tribunal está sendo realizada em em conjunto com especialistas em cibersegurança da Microsoft. O Tribunal de Justiça ainda ressaltou que não houve comprometimento em base de dados dos sistemas judiciais

Por: Redação, ⌚ 02/08/2022 às 17h42 - Atualizado em 03/08/2022 às 17h46

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) identificou um acesso malicioso em seu datacenter na madrugada deste domingo (31). Segundo informações, as equipes responsáveis pela cibersegurança realizaram contenções de forma a preservar os sistemas judiciais e administrativos, e todas as suas bases de dados.

 

Na tarde desta terça-feira (02), o órgão afirmou em comunicado que não houve comprometimento à base de dados dos sistemas judiciais, os quais serão restabelecidos quando houver segurança no ambiente tecnológico.

 

O órgão informou ainda que os sistemas não foram retomados por conta de um trabalho de análise técnica minuciosa em toda rede do tribunal, que está sendo realizado em conjunto com especialistas em segurança da Microsoft. Além disso, a equipe técnica segue trabalhando de forma ininterrupta no sentido do restabelecimento dos serviços o mais rapidamente possível, priorizando os sistemas judiciais e os acessos externos.

 

Security Report disponibiliza o comunicado na íntegra:

 

“TJDFT informa que os sistemas ainda não foram retomados em virtude de um trabalho de análise técnica minuciosa em toda rede do tribunal, que está sendo realizado em conjunto com especialistas em cibersegurança da Microsoft. Dessa forma, o expediente do TJDFT permanecerá suspenso no dia 02 de agosto de 2022, no primeiro e segundo graus de jurisdição. Toda a equipe técnica segue trabalhando de forma ininterrupta no sentido do restabelecimento dos serviços o mais rapidamente possível, priorizando os sistemas judiciais e os acessos externos. O TJDFT reitera que não houve comprometimento à base de dados dos sistemas judiciais, os quais serão restabelecidos tão logo haja segurança no ambiente tecnológico.”

 

/ VEJA TAMBÉM



/ COMENTÁRIOS