Ataques cibernéticos a instituições financeiras têm aumento de 238%

Relatório anual Modern Bank Heists, produzido pela VMware, aponta crescimento de ransomware, fraudes em transferências eletrônicas e island hopping durante a pandemia

Por: Redação, ⌚ 10/06/2020 às 19h06 - Atualizado em 10/06/2020 às 19h06

O relatório anual Modern Bank Heists, produzido pela VMware Carbon Black,  analisou alguns dos principais tipos de ataques que as instituições financeiras sofreram e ainda pontou um crescimento de ransomware, fraudes em transferências eletrônicas e island hopping durante a pandemia do COVID-19.

 

De acordo com os dados do relatório, desde o início de fevereiro até o final de abril de 2020, os ataques direcionados ao setor financeiro cresceram 238%. Os ataques de ransomware contra o setor financeiro aumentaram em nove vezes no mesmo período e 27% de todos os ataques cibernéticos de 2020, até agora, foram direcionados aos setores de saúde ou financeiro.

 

Outros destaques da pesquisa, com dados dos últimos 12 meses:

 

• 80% das instituições financeiras pesquisadas relataram um aumento de ataques cibernéticos nos últimos 12 meses – um crescimento de 13% em relação à 2019.

82% disseram que os cibercriminosos se tornaram mais sofisticados nos últimos 12 meses.

• 64% dos participantes relataram um aumento de 17% no número de tentativas de transferências eletrônicas fraudulentas nos últimos 12 meses, em relação à 2019.

• 33% das instituições financeiras disseram ter encontrado ao menos um ataque utilizando “island hopping” (em que cadeias de suprimentos e parceiros são obrigados a atingir a instituição financeira principal) nos últimos 12 meses.

• 25% disseram que, ao longo do ano passado, foram alvos de ataques que que tinham como principal foco destruir ou danificar seus dados.

• 20% das instituições financeiras tiveram seus sites invadidos e usados para atacar os usuários que acessam as plataformas durante o ano passado.

 

/ VEJA TAMBÉM



/ COMENTÁRIOS