BeFly, empresa do segmento de turismo, comunica incidente

Em nota, BeFly explicou que identificou sinais de infestação de vírus em setores isolados dos sistemas. Em conjunto com os parceiros, medidas foram adotadas para restaurar e preservar a operação e segurança dos serviços. Companhia desmente boatos envolvendo um suposto vazamento de dados

Por: Redação, ⌚ 22/12/2022 às 14h34 - Atualizado em 23/12/2022 às 10h34

A BeFly, empresa composta por diferentes frentes de negócios voltados para o turismo e startups de tecnologia, comunicou ontem (21) que identificou no último dia 09 de dezembro, sinais de infestação de vírus em setores isolados dos seus sistemas. Segundo informações, a organização seguiu o protocolo de segurança e as máquinas foram desligadas, iniciando-se os processos de verificação, o que gerou instabilidade na operação.

 

“Na sequência, em operação conjunta com nossos parceiros de tecnologia, Microsoft e Amazon, todas as medidas foram adotadas para restaurar e preservar a operação e segurança do sistema”, explicou nota ao mercado.

 

Na última segunda-feira (19), a BeFly afirmou ainda que seu sistema de monitoramento identificou uma postagem em uma rede social dando conta de um suposto vazamento de dados. Segundo a empresa, até o momento, não foram encontrados dados vazados em canais de acesso público. “Todos os nossos serviços permanecem funcionando normalmente e em segurança”, completa nota.

 

Esse período de final de ano e as férias escolares, o setor de turismo se torna uma vítima do cibercrime. É o que aponta o Relatório Inteligente de Ameaças da Check Point Research (CPR), segundo dados, o número médio global de ataques semanais contra organizações deste segmento aumentou 60% em junho deste ano em comparação com a primeira metade de junho de 2021. No período de maio a agosto de 2021, os ataques nestes registaram um aumento de 73% e neste ano é provável que se registre um pico semelhante.

 

A Security Report disponibiliza o comunicado da BeFly na íntegra:

 

“No dia 9 de dezembro, a diretoria de TI da BeFly identificou sinais de infestação de vírus em setores isolados dos seus sistemas. Seguindo o protocolo de segurança, as máquinas foram desligadas e iniciou-se os processos de verificação, o que gerou alguma instabilidade na operação.

 

Na sequência, em operação conjunta com nossos parceiros de tecnologia, Microsoft e Amazon, todas as medidas foram adotadas para restaurar e preservar a operação e segurança do sistema.

 

No dia 19 de dezembro, nosso sistema de monitoramento identificou uma postagem em uma rede social dando conta do suposto vazamento de dados. Até o momento, não foram encontrados dados vazados em canais de acesso público.

 

Todos os nossos serviços permanecem funcionando normalmente e em segurança.

 

Estamos à disposição para esclarecimentos internos e de parceiros e clientes, através do e-mail: [email protected]

/ VEJA TAMBÉM



/ COMENTÁRIOS