Cisco desenvolve plataforma de proteção nativa da nuvem

Tecnologia promete integração e mais visibilidade, automatizando fluxos de trabalho para acelerar detecção e resposta a ameaças

Por: Redação, ⌚ 06/03/2020 às 10h35 - Atualizado em 06/03/2020 às 10h35

A Cisco apresentou  recentemente uma simplificação radical para a experiência dos clientes com o portfólio da Cisco Security e para forma como eles lidam com a complexidade – uma das principais dificuldades dos CISOs (Chief Information Security Officer). Com base em uma década de investimentos substanciais em inovações, parcerias, aquisições, pesquisas com clientes e padrões de código aberto, a Cisco agora oferece aos clientes a plataforma nativa da nuvem com robustos recursos de integração, o Cisco SecureX.

 

A tecnologia propicia uma experiência completa de usuário em toda a extensão do portfólio de segurança integrada da Cisco e em toda infraestrutura de segurança pré-existente do cliente. O Cisco SecureX unifica a visibilidade, identifica ameaças desconhecidas e automatiza fluxos de trabalho para fortalecer a segurança do cliente em sua rede, em seus endpoints, na nuvem e nas aplicações. Como a simplicidade é essencial para proteger a transformação digital em curso, o Cisco SecureX está inclusa em todos os produtos da Cisco Security.

 

Conforme as empresas embarcam na transformação digital, a expansão na nuvem, a incorporação da IoT e o acesso rápido sem fio aumentam a superfície de ataque. Proteger esse ambiente complexo fica difícil, com várias tecnologias que não interoperam. Segundo o Relatório CISO Benchmark 2020 da Cisco, 28% dos 2.800 profissionais de segurança entrevistados acham que gerenciar um ambiente de múltiplos fornecedores é muito difícil, um aumento de oito pontos percentuais em relação à pesquisa do ano passado.

 

As principais capacidades do Cisco SecureX, que estará disponível em junho, incluem:

 

  • Unificar a visibilidade de todas as partes do portfólio de segurança do cliente, incluindo soluções da Cisco e de terceiros.
  • Agregar valor de negócio a clientes e parceiros em menos de 15 minutos, com uma solução completa e multitenant nativa da nuvem.
  • Analisar eventos e dados empresariais, incluindo mais de 150 milhões de endpoints, tráfego de redes de switches e roteadores (inclusive tráfego criptografado), Google, AWS e Azure, e ambientes de data center privados.
  • Identificar em minutos quem e o que está sendo alvo, permitindo remediação com enriquecimento de dados em todos os produtos de segurança e feeds de inteligência de ameaças.
  • Levar a força dos analistas de ameaças do Cisco Talos para o Centro de Operações de Segurança (SOC, na sigla inglês), de forma que consiga buscar as ameaças mais recentes.

 

 

/ VEJA TAMBÉM



/ COMENTÁRIOS