Alphabet encerra atividades do Google+ após exposição de dados de clientes

Uma falha de software no site social deu aos desenvolvedores externos possível acesso a dados do perfil privado do Google+ entre 2015 e março de 2018, quando investigadores internos descobriram e corrigiram o problema

Por: Redação, ⌚ 09/10/2018 às 10h55 - Atualizado em 09/10/2018 às 10h55

O Google, da Alphabet, disse que até 500 mil contas de usuários do Google+ foram potencialmente afetadas por um erro que pode ter exposto seus dados para desenvolvedores externos, e a empresa está fechando a rede social para consumidores. As informações são da agência Reuters.

 

O Google optou por não divulgar o problema em parte devido a temores de escrutínio regulatório, noticiou o Wall Street Journal, citando fontes não identificadas e documentos internos.

 

Uma falha de software no site social deu aos desenvolvedores externos possível acesso a dados do perfil privado do Google+ entre 2015 e março de 2018, quando investigadores internos descobriram e corrigiram o problema, disse a reportagem.

 

Os dados afetados são limitados a campos estáticos e opcionais do perfil do Google+, incluindo nome, endereço de email, ocupação, sexo e idade, segundo o Google.

 

*Com informações da agência Reuters

 

 



Newsletter

Abian Laginestra
Rangel Rodrigues
Rangel Rodrigues
Rangel Rodrigues

/ VEJA TAMBÉM



/ COMENTÁRIOS