Sicredi também sofre vazamento de dados

Foram expostas informações de associados como transferências, depósitos, extratos, telefone, entre outros. Empresa já detectou o incidente e está tomando medidas contingenciais

Por: Redação, ⌚ 12/12/2018 às 17h53 - Atualizado em 17/12/2018 às 16h49

O Sicredi – Sistema de Crédito Cooperativo sofreu um vazamento de dados de alguns associados do Rio Grande do Sul. Os dados ficaram expostos por 24 horas no site Pastebin.com. De acordo com o arquivo divulgado, foram vazadas informações sensíveis de clientes totalizando 1,2 TB de dados como transferências, depósitos, extratos, telefone, data de abertura, CPF, entre outros.

 

Procurado pela reportagem da Security Report, o Sicredi informou que já tem conhecimento do caso e que está tomando as medidas contingenciais. A empresa destaca que não houve exposição de dados sigilosos dos clientes.

 

“O Sicredi detectou, a partir de monitoramento interno, a exposição de dados de alguns associados de uma região do interior do Rio Grande do Sul.

 

Estão sendo tomadas medidas contingenciais e os associados impactados estão sendo contatados. Além disso, o Sicredi está colaborando com a investigação pelos órgãos competentes.

 

Cabe ressaltar que não foi detectada a exposição de dados bancários sigilosos.

 

O Sicredi destaca ainda que as operações permanecem normais, sem comprometimento dos seus sistemas de segurança e que adota as melhores práticas relacionadas à segurança da informação.”

 



Newsletter

/ VEJA TAMBÉM



/ COMENTÁRIOS