“Compartilhar a própria inteligência de ameaças aumenta a segurança de todos”

Fortinet e IBM se unem contra ciberameaças e assinam acordo de cooperação; para especialista, adoção de um processo de coleta e compartilhamento de informações é um componente essencial de uma estratégia em cibersecurity

Por: Alexandre Finelli, ⌚ 09/08/2018 às 15h15 - Atualizado em 13/08/2018 às 17h46

Existe um consenso no mercado que diz: “quanto mais informações forem compartilhadas, mais “fácil” será desenvolver e aperfeiçoar estratégias de Segurança Cibernética”. Essa é uma máxima muito comum entre os profissionais usuários de SI, mas que tem sido cada vez mais adotada pela indústria fornecedora. Um novo acordo firmado entre Fortinet e IBM, duas gigantes da Cibersegurança, mostra que compartilhar está em alta, independente do lado do balcão em que atua.

 

As organizações estão lidando diariamente com desafios da transformação digital. Direcionam as redes para a nuvem, interligam tudo e todos, fazendo com o que o acesso aos dados em tempo real se torne a medida do sucesso. Ao mesmo tempo, os cibercriminosos procuram novas maneiras de lucrar com essa economia.

 

“Eles estão desenvolvendo novas ferramentas e técnicas para explorar o cenário digital. Seus ataques estão cada vez mais sofisticados e eficazes e os avanços da inteligência artificial e do aprendizado de máquina estão permitindo ataques autônomos” explica Phil Quade, diretor de Segurança da Informação da Fortinet.

 

Segundo Quade, as ferramentas de segurança que podem de fato proteger deste novo paradigma de ameaça são tão eficazes quanto a inteligência de ameaças por trás delas, por isso a importância do compartilhamento. “Essa é uma tendência que prevalecerá, porque compartilhar informações sobre as ameaças cibernéticas que estão afetando globalmente é uma necessidade”, reforça.

 

O objetivo do acordo é combater globalmente e de forma proativa as ciberameaças e as ameaças à privacidade por meio do compartilhamento de informações contextuais, geradas pela equipe de pesquisa do Fortinet FortiGuard Labs e pelo time da X-Force da IBM Security.

 

A IBM Security e a Fortinet farão colaborações bidirecionais por meio de compartilhamento de informações sobre inteligência de ameaças usando canais seguros. Tal colaboração fornecerá conhecimento obtido em pesquisas de segurança e inteligência sobre ameaças globais para aumentar a proteção aos clientes de cada empresa.

 

O acordo formaliza a cooperação entre as duas companhias em relação ao compartilhamento de informações sobre ameaças, mas as duas organizações já trabalham juntas em proteções abrangentes de segurança. A IBM Security é parceira da Fortinet Fabric-Ready desde 2017.

 

Além disso, a Fortinet anunciou, no início deste ano, a colaboração com IBM X-Force Threat Management Services, os serviços de gerenciamento de ameaças da IBM. Esse trabalho permite que ambas ofereçam aos seus usuários informações sobre ameaças, detecção e prevenção de ataques, além de uma estratégia integrada de defesa projetada para cobrir toda a superfície de ataque da organização.

 

A adoção de um processo de coleta e compartilhamento de inteligência de ameaças é um componente essencial de uma estratégia de cibersegurança. Segundo o diretor de SI da Fortinet, é tão importante quanto o firewall que o cliente instalou na borda da rede ou a solução de segurança para dispositivos de usuários instalada nos computadores da empresa.

 

“O acesso à informação disponibilizada em tempo real ainda é essencial para aumentar o nível de Inteligência de ameaças, compreendendo tanto as ameaças da rede distribuída quanto as das fontes. Os usuários estão cada vez mais procurando um fornecedor que não entregue só produtos a eles, mas também seja um consultor especializado que os ajuda a entender o que está acontecendo no mercado cada vez mais sofisticado e evoluído de cibercrime. Em conclusão, compartilhar a própria inteligência de ameaças aumenta a segurança de todos”, finaliza Quade.

 



Newsletter

Rangel Rodrigues
Graça Sermoud
Marcos Semola
Joaquim Garcia

/ VEJA TAMBÉM



/ COMENTÁRIOS