Os 10 últimos anos de cybersecurity e como será a próxima década

A 10ª edição do Security Leaders, entre 29 e 30 de outubro, será um marco na história da cibersegurança e, especialmente neste ano, o Congresso terá sala de crise, uma ampla discussão sobre a LGPD, o papel das mulheres no mercado de segurança da informação, trilhas de inovação, cases e lições aprendidas e a premiação dos melhores CISOs.

Por que elas (as mulheres) ganham espaço na cybersecurity?  

Estudo da Forrester prevê que o número de mulheres CISOS nas empresas da Fortune 500 aumentará para 20% em 2019. O índice não é diferente no País e a Security Report entrevistou Andréa Thomé, líder da Woncy – Women in Cibersecurity no Brasil, para entender o crescimento da participação feminina,destaque da 10ª edição do Security Leaders São Paulo.

Quando o CISO enxergará um céu de brigadeiro?

Entre a cloud e os homens, a nuvem ainda é uma camada densa e dificulta a visibilidade com a falta de profissionais, exigência de gestores de segurança multidisciplinares, dizer mais sim para reduzir o shadow IT e buscar o equilíbrio com parceiros que entendam da nuvem.  

IA exige governança compartilhada

Diante da intenção de criar um ecossistema open source de IA, a gigante chinesa Huawei apresenta um modelo de responsabilidade compartilhada para garantir maior segurança e proteção dos dados.

DPO: os guardiões dos dados entram em cena

A LGPD traz excelentes oportunidades num cenário nacional com poucos Data Protection Officers. Por isso, o Security Leaders São Paulo fechou uma parceria inédita com as advogadas mais renomadas do Direito Digital, Patrícia Peck e Cristina Sleimam, para ministrar um curso de formação de DPOs durante o evento, entre 29 e 30 de outubro




Newsletter

Rangel Rodrigues
Rangel Rodrigues
Rangel Rodrigues
Alex Amorim