Quais skills são esperadas de um líder de cibersegurança?

Profissionais de SI precisam dominar conceitos técnicos, metodologias e frameworks de segurança, conhecer regulamentações, legislações locais e processos de negócio, entender a psicologia humana e exercer a resiliência para enfrentar as adversidades ao resolver problemas complexos do setor

O “fantasma” do Business Continuity

Manter um processo de BCP e DRP é muito mais complexo do que se possa imaginar e requer tempo e recursos; grandes corporações possuem uma área exclusiva e dedicada para esta matéria e pequenos detalhes geram muitas dúvidas

CSO: não ignore a gestão de vulnerabilidades!

Pensar como hacker, saber explorar brechas criando ou editando códigos e entender como falhas de segurança são utilizadas pode ajudar no entendimento e gerenciamento da aplicação de correções e patches

Expandindo a visão de um líder de Segurança

Seu papel nunca será o mesmo em uma organização: o relacionamento com times de tecnologia, desenvolvimento, arquitetura e business, será um terreno hostil e você precisará mergulhar fundo, sem medo, para alcançar patamares jamais explorados ou experimentados

Avance ao “Next Level” de Segurança

Machine Learning, Inteligência Artificial, Internet of Things (IoT), Big Data... Enfim, toda esta sopa de letras com certeza facilitará a vida dos gestores de Segurança da Informação, promovendo novas formas de medir, detectar e reconhecer ataques cibernéticos

Uma visão linear sobre Bug Bounty Program

Líderes deveriam avaliar a viabilidade de aderir a estes programas, pois, além de ajudar e incentivar a comunidade hacker a utilizar seus conhecimentos para proteger a sociedade, ainda podem receber um bom prêmio

CSOs e os primeiros 100 dias de trabalho

Um dos grandes paradigmas da carreira de um líder de segurança é saber como iniciar seu papel para tornar uma empresa mais segura. Porém, muitos cometem erros invisíveis, que acabam condenando seu projeto logo na primeira fase e não entendem porque tal plano foi um desastre

CSO e Cloud Computing se combinam?

Existem vários requisitos que devem ser analisados e considerados pelo gestor, como realizar uma Due Diligence nos provedores de serviços, preparar um SLA adequado, contar com suporte 24x7, averiguar o grau de satisfação de outros clientes e nunca esquecer que a governança de TI e Segurança da Informação sempre inicia em casa e continua com você

Ransomware: o ataque da moda

De acordo com Ronaldo Hayashi, Security Officer e Compliance da Honda Serviços Financeiros, conscientização dos usuários é uma das tarefas mais importantes e árduas, especialmente com a disseminação de ataques de sequestro de dados

Crimes virtuais, delitos reais

Um tema começa a despontar no horizonte da Segurança cibernética e promete dominar os debates ao longo de 2017. Trata-se de considerar o cibercrime, cada vez mais, como um delito comum, no sentido de ser igual a qualquer outro tipo de infração.




Newsletter

Rangel Rodrigues
Graça Sermoud
Marcos Semola
Joaquim Garcia